Paraguai protesta por incursão de polícia brasileira em seu território

O chanceler do Paraguai, Rubén Ramíreaz, convocou o embaixador do Brasil, Valter Pecly, para protestar por uma incursão de policiais brasileiros ao seu território, para prender uma paraguaia que teria um carro roubado no Paraná, informou o ministério de Relações Exteriores do Paraguai neste sábado.

AFP |

Assunção manifestou seu "formal e firme protesto pela irregular atuação em território paraguaio das autoridades policiais do país vizinho e pela violação da soberania nacional", assinalou a chancelaria em um comunicado.

O caso ocorreu na cidade de Pedro Juan Caballero, onde supostamente policiais teriam preso a paraguaia Máxima Rodríguez de Martínez.

Rodríguez estaria com um automóvel roubado no Paraná. Ela foi transportada até a cidade de Ponta Porá, no Brasil, divida de Caballero por uma avenida, onde depois de interrogada foi solta.

O embaixador Pecly admitiu a irregularidade e anunciou que o Itamaraty irá pedir desculpas formais.

"É um fato grave, principalmente porque há mecanismos que possibilitariam talvez o mesmo resultado sem a necessidade de entrar em território estrangeiro", declarou.

hro/fb

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG