Paraguai: multidão grita nome do vice-presidente em comício de Lugo

Um comício para comemorar o primeiro aniversário da vitória do presidente paraguaio, Fernando Lugo, realizado na noite desta segunda-feira, foi marcado pela aclamação do vice-presidente, Federico Franco, no momento em que o líder do país enfrenta mais um escândalo de paternidade.

AFP |

"Não preciso subiu no palanque. O verdadeiro povo está aqui (no chão)", disse o vice-presidente, enquanto a multidão gritava: "Federico, presidente".

Franco não foi convidado a subir no palanque, durante o discurso no qual Lugo garantiu que a "mudança não será detida" e que "a democracia se manterá firme".

Mais cedo, uma mulher disse que Lugo é o pai de seu filho, de 6 anos, e deu ao presidente um prazo de 24 horas para assumir a paternidade, sob pena de exigir um teste de DNA.

O ex-bispo católico Fernando Lugo não confirmou nem desmentiu a eventual paternidade da criança, mas disse estar "disposto a agir sempre com o argumento da verdade e a se colocar à disposição da justiça".

A mulher foi identificada como Benigna Leguizamón, de 27 anos, para quem Lugo é o pai de seu filho Lucas Fernando, nascido em 9 de setembro de 2002 no departamento de San Pedro. O ex-prelado era justamente titular da diocese de San Pedro, a região mais pobre do país.

Na segunda-feira passada, Lugo admitiu ser o pai de um filho de Viviana Rosalith Carrillo Cañete, de 26 anos. A criança, Guillermo Armindo, fará 2 anos no dia 4 de maio próximo.

hro/sd/LR

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG