Paraguai estende férias escolares em uma semana pela gripe

Assunção, 15 jul (EFE).- O Governo do Paraguai estendeu por uma semana as férias escolares devido à epidemia de gripe suína no país, com saldo de três mortes e 125 casos até o momento.

EFE |

O início das férias - que habitualmente duram duas semanas - foi antecipado pelas autoridades para minimizar os riscos de a doença se espalhar. As aulas voltariam dia 20.

"As instituições reiniciarão as atividades na segunda-feira com diretores e docentes, mas sem a presença dos alunos. Eles voltam regularmente em 27 de julho", afirmou o presidente do Paraguai, Fernando Lugo, em pronunciamento.

O governante anunciou ainda que semana que vem será realizada uma capacitação de diretores, professores e alunos em todo o país, em que serão discutidas técnicas para diminuir os riscos de contágio.

Além dos números já anunciados, a doença vem causando transtornos nos hospitais, com muitos pacientes apresentando sintomas de infecções respiratórias.

Apesar do nome, a gripe suína não apresenta risco de infecção por ingestão de carne de porco e derivados. EFE.

lb/dp

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG