Paraguai destroi 240 hectares de maconha na fronteira com MS

Assunção, 26 jan (EFE).- O Paraguai encerrou hoje uma grande operação antidroga, que já durava mais de uma semana e que teve a participação das autoridades brasileiras, com a destruição de 240 hectares de plantações de maconha na fronteira com o Mato Grosso do Sul.

EFE |

A Secretaria Nacional Antidrogas (Senad) explica em comunicado que os agentes, com ajuda de helicópteros das Forças Armadas, destruíram as plantações em zonas de mata do departamento de Canindeyú (estado).

Dentro da operação "Nova Aliança I-10", que contou com o apoio da Polícia Federal brasileira, também foram destruídos 6.800 quilos de maconha processada e 18 acampamentos utilizados por cultivadores.

Nas regiões de densa vegetação de Canindeyú, Amambay e Concepción, todas na fronteira com o Brasil, estão as plantações de maconha que colocam o Paraguai como um dos principais produtores de droga da região. EFE rg/rr

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG