Paraguai criará Conselho de Radiodifusão

Assunção, 8 jan (EFE).- A Secretaria de Informação e Comunicação (Sicom) da Presidência do Paraguai anunciou hoje a criação na terceira semana deste mês do Conselho de Radiodifusão, que buscará a depuração do sistema de emissoras do país para eliminar as que funcionam de maneira ilegal.

EFE |

O ministro da Sicom, Augusto Dos Santos, fez o anúncio perante jornalistas e detalhou que a formação desse conselho vai se realizar com a coordenação da Comissão Nacional de Telecomunicações (Conatel).

"Estamos adotando as previsões técnicas e legais correspondentes a fim de que as experiências legítimas de rádios comunitárias se consolidem e as piratas (ilegais) sejam eliminadas", disse Dos Santos.

O ministro da Sicom, organismo criado após a chegada à Presidência do ex-bispo católico, Fernando Lugo, no dia 15 de agosto de 2008, mencionou "que a maioria das rádios piratas surgiram durante Governos anteriores", e que a atual Administração é a primeira a denunciar a existência dessas irregularidades.

O novo Conselho de Radiodifusão procurará definir "a forma de depuração do espectro radioelétrico" e trabalhará por "uma maior qualidade nas relações entre os meios de comunicação e seus funcionários", acrescentou. EFE rg/ma

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG