O general David Petraeus, o militar americano de maior patente no Iraque, afirmou nesta terça-feira que a ofensiva do Exército iraquiano contra as milícias xiitas de Basra, no sul do país, no mês passado não foi preparada de maneira adequada.

Petraeus disse que os planos iraquianos só foram revelados três dias antes do lançamento da ofensiva.

"Poderia ter sido melhor planejada. Não foi adequadamente preparada", afirmou o general ante a comissão das Forças Armadas do Senado americano.

Os progressos na segurança do Iraque desde 2007 são frágeis e reversíveis, afirmou pouco antes Petraeus, que também recomendou congelar por 45 dias, a partir de julho, a retirada das tropas americanas do Iraque.

"Recomendo a minha cadeia de comando que continuemos com a retirada das brigadas de combate enviadas de reforço e que, ao término da retirada da última dessas cinco brigadas em julho, comecemos um período de 45 dias de avaliação e consolidação", afirmou Petraeus.

"Ao fim deste período, iniciaremos um exame das condições sobre o terreno, a fim de determinar nesse momento se podemos recomendar novas reduções", acrescentou.

As tropas atualmente mobilizadas no Iraque chegam a 158.000 homens. Até julho, o número deve cair para 140.000 soldados.

dab/cn/fp

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.