Para Otan que cessar da ofensiva russa na Geórgia é importante, mas insuficiente

O fim da ofensiva russa em território georgiano é importante, mas insuficiente, afirmou nesta terça-feira o secretário-geral da Otan, Jaap de Hoop Scheffer, comentando a decisão adotada pelo presidente russo Dimitri Medvedev de interrompir as operações na Geórgia.

AFP |

O secretário-geral da Organização do Tratado do Atlântico Norte considerou que é necessário voltar ao "statu quo", ou seja, que todas as forças no terreno devem voltar às posições que tinham antes que a violência explodisse, em 6 de agosto.

A Aliança Atlântica, no entanto, não mudou de atitude ante a candidatura da Geórgia.

"A Geórgia é um sócio respeitado e um amigo, e um dia a Geórgia se somará à Otan", afirmou Scheffer ao término de uma reunião dos embaixadores dos 28 países que integram a Aliança.

dlc-cm/cn

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG