Para o Irã, Israel deve devolver as colinas de Golan sem condições

O ministro iraniano das Relações Exteriores, Manuchehr Mottaki, considerou neste sábado que Israel tem que devolver as colinas de Golan a Damasco sem condições, num momento em que o Estado hebreu e a Síria reiniciaram negociações indiretas intermediadas pela Turquia.

AFP |

"Apoiamos a Síria para que recupere as colinas de Golan, e não consideramos que o regime sionista tem o poder de impor condições neste caso", disse Mottaki à imprensa.

"O regime sionista está numa situação em que deve inevitavelmente se retirar das terras ocupadas. Com um pouco de sorte, ele acabará se retirando de todas as terras palestinas", acrescentou.

Depois de uma paralisia de oito anos, Israel e Síria anunciaram quarta-feira ter reiniciado negociações indiretas de paz, sob os auspícios da Turquia. O tema principal das discussões é uma eventual retirada israelense das colinas de Golan, conquistadas em 1967 e anexadas em 1981.

Quinta-feira, a ministra israelense das Relações Exteriores, Tzipi Livni, impôs como condição a qualquer progresso nas negociações com Damasco a ruptura de suas ligações com "o Irã, o Hezbollah, o Hamas e as outras organizações terroristas".

fpn/yw

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG