problema político - Mundo - iG" /

Para Lula, não há porque escândalo com Lugo virar problema político

BUENOS AIRES - O presidente Luiz Inácio Lula da Silva, que está em Buenos Aires em visita oficial, disse nesta quinta-feira que os pedidos de reconhecimento de paternidade feitos ao chefe de Estado do Paraguai, Fernando Lugo, não acarretam nenhum problema institucional ou político grave para esse país.

EFE |

"É muito difícil falar da vida pessoal de outro presidente, mas não acho que haja um problema institucional ou político grave" no Paraguai, disse Lula na entrevista coletiva que concedeu junto com sua colega argentina, Cristina Fernández de Kirchner.

Lula fez esta declaração depois que um jornalista pediu-lhe que comentasse o fato de, nas últimas duas semanas, três mulheres terem afirmado que têm filhos com Lugo, que já reconheceu uma das crianças, concebida enquanto era bispo de San Pedro (centro do Paraguai).

Caso

Os pedidos de reconhecimento de paternidade feitos a Lugo geraram rumores de que a oposição pode pedir o impeachment do presidente.

"Parece-me impróprio opinar sobre a vida de outro presidente.

(...) O importante é nos dedicarmos às questões" que interessam à sociedade, disse, por sua vez, a presidente argentina.

A chefe de Estado destacou que o escândalo envolvendo Lugo diz respeito à "institucionalidade interna" do Paraguai, motivo pelo qual disser ser "inapropriado" fazer comentários sobre o tema.


Leia mais sobre: Fernando Lugo

    Leia tudo sobre: fernando lugo

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG