Para investigadores, autores de atentado em Mallorcac seguem na ilha

Palma de Mallorca (Espanha), 31 jul (EFE).- A Polícia espanhola trabalha com a hipótese de que os terroristas que cometeram o atentado que matou dois agentes da Guarda Civil em Mallorca nesta quinta-feira continuam na ilha, que fica no Mediterrâneo.

EFE |

Segundo o representante do Governo nas Ilhas Baleares, Ramón Socías, os autores do ataque "estariam em algum apartamento", aguardando a "situação esfriar".

Ele também disse que as barreiras continuam montadas nos portos da localidade e nos aeroportos de San Bonet e de Palma de Mallorca, o terceiro maior do país, "para que ninguém abandone (a ilha )sem ter sido corretamente identificado".

Sobre a bomba colocada no carro em que morreram os agentes Carlos Sáenz de Tejada e Diego Salvá Lezaun, o representante do Governo destacou que os indícios são de que o explosivo foi acionado à distância.

Quanto à hipótese de que falhas na segurança permitiram o ataque, Socías afirmou que "os terroristas mostraram que são capazes de atacar em qualquer lugar". "Ontem, foi aqui. Portanto, o que temos que fazer é ficarmos atentos, tentando garantir a segurança dos que vivem aqui e de todos os que escolhem a comunidade (de Mallorca) como destino de suas férias", acrescentou.

Para o funcionário do Governo, "não há cabimento falar de falhas". É preciso estudar "que medidas podem ser tomadas a partir de agora", afirmou.

Segundo ele, todos os protocolos serão revistos para que seja determinado o "que é preciso mudar e melhorar".

Questionado sobre a chegada dos reis da Espanha à localidade, prevista para amanhã, Socías disse a segurança deles está garantida.

"Nada mudou em relação à chegada deles", ressaltou Socías, que lembrou que as infantas Elena e Cristina, as filhas do rei Juan Carlos e da rainha Sofía, já estavam em Mallorca quando aconteceu o atentado de ontem.

"Elas deram continuidade às atividades que tinham programado" e hoje foram ao velório dos guardas assassinados. EFE edg/sc

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG