Paris, 19 jan (EFE).- A União Europeia (UE) tem um déficit de imagem no Haiti, disse hoje o secretário francês de Assuntos Europeus, Pierre Lellouche, que deseja que o bloco europeu tenha uma imagem mais visível e mais forte.

"Sou como vocês, um europeu frustrado", assegurou o responsável das relações diplomáticas na UE em declarações à rede de televisão "Canal +".

Lellouche, no entanto, lembrou que o presidente da UE, Herman van Rompuy, e a representante diplomática da União, Catherine Ashton, só ocuparam seus postos no início deste mês.

O político garante, porém, que proposta que o presidente americano, Barack Obama, fez ao presidente Lula, para que Brasil, EUA e Canadá fiquem responsáveis pelos esforços de cooperação no Haiti, não ofende à França.

Perguntado sobre o aparente "esquecimento" de Obama em relação à França e à Europa, Lellouche disse que é uma "tendência", mas evitou reclamar e chamou o mundo a um "trabalho conjunto" para enfrentar a crise humana.

"Há uma conferência prevista o (próximo dia) 25 em Montreal" (Canadá) onde "ninguém descarta ninguém. Os EUA precisam da Europa" e vice-versa. EFE jaf/fm

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.