Para EUA, é impossível fixar data para retirar tropas do Afeganistão

Washington, 3 mar (EFE).- O secretário de Defesa americano, Robert Gates, disse hoje que, por enquanto, é difícil fixar uma data para a retirada das tropas internacionais do Afeganistão.

EFE |

"Acho que é impossível fixar uma data na qual possa dizer que todas as tropas estarão saindo", disse.

As declarações foram feitas na coletiva de imprensa concedida ao lado do ministro da Defesa francês, Hervé Morin.

Gates afirmou que gostaria que a missão no Afeganistão chegasse ao fim, e que os militares pudessem retornar a seus países.

Entretanto, o secretário disse que isto não deve ocorrer em um futuro imediato.

Os EUA estão revisando sua estratégia no país asiático, avaliando seus objetivos e progressos, segundo Gates.

"Acho que teremos uma ideia muito mais clara do caminho a seguir quando completarmos esta revisão", disse.

O secretário de Defesa também garantiu que não pressionou a França para o envio de mais tropas.

Os franceses possuem 3 mil soldados em território afegão - o quarto maior contingente, ficando atrás de EUA, Reino Unido e Alemanha.

Morin, por sua vez, afirmou que a França continuará na missão "durante o tempo que for necessário", mas não pretende ficar no Afeganistão para sempre.

"Não ficaremos lá para sempre. Vamos nos retirar do Afeganistão em algum momento", disse.

Para o ministro francês, a missão deve ter duas vertentes, uma militar e uma civil.

"Precisamos ajudar o Afeganistão a assumir o controle de sua segurança, além de estabelecer metas. Também precisamos ter objetivos claramente definidos para diferentes assuntos", disse. EFE tb/plc

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG