Presidente venezuelano afirmou que precisa garantir dois terços do plenário para garantir a "revolução" bolivariana

Caracas - O presidente da Venezuela, Hugo Chávez, disse nesta terça-feira a seus correligionários que um triunfo da oposição nas próximas eleições parlamentares "seria um desastre" para a "revolução" bolivariana que lidera há onze anos.

"Não podemos permitir que os esquálidos se apoderem da Assembleia Nacional. Isso seria um desastre, acabariam com tudo!", esbravejou Chávez em ato oficial noturno transmitido em cadeia nacional obrigatória de rádio e televisão.

"Digo isto porque esta burguesia quer é chegar à Assembleia Nacional para sabotar e me derrubar (...) por isso vamos demonstrar de novo onde está a consciência do povo: está com Chávez!", declarou. A Assembléia Nacional (AN), composta por 167 membros, está atualmente dominada pelo Governo, pois a oposição se retirou pouco antes do pleito de 2005, alegando irregularidades no processo.

Desde o fim do ano passado, Chávez insiste a seus correligionários que eles precisam obter pelo menos dois terços do plenário legislativo para garantir a sobrevivência da "revolução".

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.