Para Bush, a sentença do jornalista que jogou os saptos é assunto iraquiano

O ex-presidente George W. Bush afirmou que senteça de três anos de prisão para o jornalista iraquiano que ganhou fama mundial ao jogar os sapatos contra ele é um assunto exclusivamente iraquiano, declarou nesta quinta-feira um porta-voz.

AFP |

"Este é um assunto do sistema judicial iraquiano", afirmou o porta-voz do ex-presidente, Rob Saliterman, à AFP.

Mountazer al-Zaidi, de 30 anos, foi condenado nesta quinta-feira em Bagdá a três anos de prisão pela corte criminal iraquiana.

Mountazer al-Zaidi, acusado de agressão contra um chefe de Estado estrangeiro durante uma visita oficial e detido desde meados de dezembro em uma prisão na zona verde, o setor ultraprotegido de Bagdá, se declarou inocente na abertura da audiência. A setença foi declarada em pouco menos de meia hora.

"Longa vida ao Iraque", gritou o jornalista ao ouvir o veredicto do juiz Abdel Amir al-Roubaie, disse seu advogado Yahia Attabi à AFP, acrescentando que vai apelar da decisão.

O veredicto foi lido na presença do acusado e de seus 25 advogados, porque a família e os jornalistas foram impedidos de entrar na sala da audiência.

Segundo a defesa, o juiz explicou que levou em conta a idade do acusado e o fato de esta ser sua primeira condenação.

bms-kat/cn

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG