O Papa Bento XVI confirmou nesta quinta-feira durante uma reunião com representantes de organizações judaicas americanas que está preparando uma viagem a Israel, uma semana após a enorme polêmica suscitada pela suspensão da excomunhão de um bispo negacionista.

O Papa também citou as palavras pronunciadas em 2000 por seu predecessor, João Paulo II, que pediu "perdão" aos judeus pelo Holocausto.

ema/yw

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.