Paquistão tem sucesso em testes de mísseis com capacidade nuclear

Islamabad, 8 mai (EFE).- O Paquistão testou neste sábado com sucesso um míssil de curto alcance, o Ghaznavi, e outro de médio, o Shaheen-1, ambos com capacidade nuclear, segundo comunicado do Exército do país.

EFE |

Islamabad, 8 mai (EFE).- O Paquistão testou neste sábado com sucesso um míssil de curto alcance, o Ghaznavi, e outro de médio, o Shaheen-1, ambos com capacidade nuclear, segundo comunicado do Exército do país. O Shaheen-1 tem um alcance de 650 quilômetros, enquanto o Ghaznavi atinge 290 quilômetros. Ambos têm capacidade para levar tanto ogivas nucleares quanto convencionais. Segundo a nota, os lançamentos de teste aconteceram no fim de exercícios anuais organizados pelo Exército paquistanês. Os exercícios contaram com a presença de vários membros da cúpula militar paquistanesa e também do primeiro-ministro do país, Yousef Raza Guilani, que felicitou as tropas por seu "alto nível de perícia" no manejo dos sistemas de armamento. De acordo com a nota, Guilani destacou que o Paquistão já conta com uma capacidade nuclear dissuasória "forte" e pediu à comunidade internacional que reconheça a entrada do país como membro de direito na lista de potências atômicas. Além disso, segundo a nota, Guilani "pediu para que o Paquistão obtenha permissão do Grupo de Fornecedores Nucleares (NSG) para cooperação nuclear civil" que contribua para ajudar a suprir a demanda energética do país. O Paquistão mantém com a Índia uma forte tensão militar desde sua independência do Império Britânico, em 1947, e os países competem em uma corrida de armamento com frequentes testes de mísseis com capacidade nuclear. EFE igb-daa/fm

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG