Paquistão prende líderes de grupo acusado pelos atentados de Mumbai

As autoridadas paquistanesas prenderam dois líderes da organização Lashkar-e-Taiba, suspeita de ter organizado os atentados do fim de novembro na cidade indiana de Mumbai, anunciou o primeiro-ministro do Paquistão.

AFP |

Ao ser questionado pela imprensa sobre a situação de Zaki ur Rehman Lajvi e de Zarar Shah, dois importantes líderes do grupo, o premier Yusuf Raza Gilani respondeu: "Ambos foram presos e abrimos uma investigação".

Os ataques coordenados contra vários alvos em Mumbai 26 e 29 de novembro deixaram 172 mortos, incluindo nove dos 10 terroristas.

A Índia acusa o grupo Lashkar-e-Taiba da autoria dos atentados.

str-sz/fp

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG