A polícia do noroeste do Paquistão prendeu um ex-dirigente talibã, que havia sido solto pelo governo do Afegaistão em 2007 em troca da libertação de um jornalista italiano seqüestrado, informou neste sábado um oficial de segurança paquistanês.

Ustad Mohamad Yasir foi detido na quinta-feira na cidade de Peshawar, perto das zonas tribais de fronteira com o Afeganistão, indicou à AFP o oficial.

Yasir trabalhou no passado como porta-voz do líder máximo do talibã, o Mulá Mohamad Omar, depois que os talibãs foram derrubados na invasão liderada pelos Estados Unidos no final de 2001.

Em agosto de 2005, o Paquistão prendeu Yasir, transferindo-o para a custódia afegã, mas ele acabou sendo liberado junto com outros quatro membros do talibã em troca do jornalista italiano Daniele Mastrogiacomo, em março de 2007.

O oficial informou ainda que o verdadeiro nome de Yasir é Ustad Zumarck, e que ele também trabalhou como professor da Universidade de Cabul.

str-jaf/ap

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.