Paquistão prende 15 pessoas relacionadas aos atentados de Mumbai

As forças de segurança paquistanesas prenderam 15 pessoas pertencentes a uma organização de caridade islamita ligada ao grupo Lashkar-e-Taiba, principal suspeito dos atentados de Mumbai (172 mortos), informaram fontes oficiais.

AFP |

Na periferia de Muzaffarabad, capital da Caxemira paquistanesa, as forças de segurança realizaram na noite de domingo uma operação em um acampamento da fundação Jamaat-ud-Dawa, considerada o braço político do Lashkar-e-Taiba.

Mais cedo, uma fonte dos serviços de inteligência paquistaneses havia anunciado que três pessoas haviam sido detidas na operação.

sz/fp

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG