Paquistão nega ter prendido porta-voz americano da Al-Qaeda

Autoridades paquistanesas desmentiram nesta segunda-feira a prisão de um porta-voz norte-americano da Al-Qaeda, procurado nos EUA por traição, e explicaram que houve uma confusão acerca da identidade de um suspeito detido.

Reuters |

Alguns funcionários paquistaneses haviam informado no domingo que Adam Gadahn, um californiano convertido ao Islã, teria sido preso nos arredores de Karachi. Os EUA oferecem US$ 1 milhão pela captura dele.

Nesta segunda-feira, no entanto, um alto funcionário do governo e dois agentes de segurança afirmaram que o suposto militante preso em Karachi não era Gadahn.

"Nossa impressão inicial foi de que o homem era Adam Gadahn, mas essa informação parece agora incorreta", disse um funcionário que pediu anonimato.

As autoridades dizem que o preso é um norte-americano conhecido como Abu Yahya. Gadahn já teria usado um pseudônimo semelhante. "Provavelmente o nome e sua origem causaram a confusão", explicou o funcionário.

Leia mais sobre Al-Qaeda

    Leia tudo sobre: al-qaeda

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG