Paquistão: Mísseis matam seis pessoas na fronteira afegã

Pelo menos seis pessoas morreram, dentre elas supostos insurgentes talibãs, em zonas tribais do Paquistão em conseqüência de mísseis disparados nesta segunda-feira de manhã do vizinho Afeganistão, indicou uma autoridade das forças paquistanesas de segurança.

AFP |

Três mísseis caíram em uma casa próxima a uma mesquita, na cidade de Azam Warsak, situada no distrito tribal do Waziristão do Sul, disse o alto funcionário à AFP.

"Seis pessoas morreram e outras três ficaram feridas por três mísseis que atingiram uma casa em Azam Warsak", declarou.

"Entre os mortos há três supostos combatentes estrangeiros e três crianças", indicou.

O funcionário não conseguiu dizer se os mísseis foram disparados pelos talibãs, que combatem no Afeganistão, ou pelas forças da coalizão internacional.

Segundo os moradores da região, a casa pertencia a um chefe tribal local, Malik Salat, e servia de refúgio a supostos insurgentes talibãs.

Os militares norte-americanos disparam com freqüência mísseis contra as zonas tribais paquistanesas, onde acredita-se que muitos membros da Al-Qaeda estejam refugiados.

O governo do Paquistão, aliado-chave de Washigton na "guerra contra o terrorismo", protestou recentemente contra vários disparos de mísseis por parte da coalizão a partir do Afeganistão.

str-mmg/dm

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG