Paquistão menospreza ameaça da Al Qaeda de roubar arsenal nuclear nacional

Islamabad, 23 jun (EFE).- O Governo paquistanês classificou hoje como ridícula a ameaça da rede terrorista Al Qaeda de sequestrar o armamento nuclear nacional e usá-lo contra os Estados Unidos.

EFE |

"Esta ameaça é ridícula. O Estado do Paquistão tem muita confiança nos esquemas de segurança de seu arsenal nuclear. Este está sob controle. Esta ameaça não nos preocupa", disse à Agência Efe o porta-voz do Ministério de Assuntos Exteriores do Paquistão, Abdul Basit.

Numa entrevista publicada na site da rede de TV catariana "Al Jazira", o terceiro homem na hierarquia da Al Qaeda, Mustafa Abul Yazid, disse que a organização terrorista pretende roubar o armamento nuclear paquistanês e usá-lo contra os Estados Unidos "Se Deus quiser, o armamento nuclear paquistanês não cairá em mãos dos americanos. Os muçulmanos capturarão essas armas e as usarão contra os americanos", disse o líder terrorista, que tem origem egípcia.

O Paquistão, o único Estado islâmico a ter armas atômicas, iniciou seu programa nuclear na década de 70. O primeiro teste, porém, só foi feito em 1998, quando seis bombas foram testadas numa área despovoada da província sudoeste do Baluchistão. EFE igb/sc

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG