Paquistão mata 20 militantes após atentado

PARACHINAR - Um ataque com aviões paquistaneses e helicópteros matou 20 militantes, disseram moradores e uma autoridade militar nesta segunda-feira, em uma ação contra um comandante do Taliban que assumiu responsabilidade por um atentado a bomba na semana passada. A violência militante crescente tem aumentado o medo que o nuclearizado Paquistão fracasse em impedir a propagação do Taliban e da Al Qaeda. O país é um aliado dos Estados Unidos, cuja cooperação é vital para trazer estabilidade ao Afeganistão.

Reuters |

As aeronaves paquistanesas atacaram três campos no domingo que estavam sob o comando de Hakimullah Mehsud, do Taliban paquistanês, na região tribal Orakzai, de etnia Pashtun, a 170 quilômetros oeste de Islamabad, disseram moradores e uma autoridade militar.

"Nossos aviões e helicópteros atacaram supostos esconderijos de militantes na área de Ghiliju e mataram 20 militantes", disse uma autoridade militar que não quis se identificar.

Mehsud, uma aliado do líder Baitullah Mehsud, do Taliban no Paquistão, assumiu a responsabilidade por um atentado de um carro-bomba suicida em um comboio de segurança, perto da cidade de Kohat, próximo a Orakzai, no sábado. O bombardeio matou 25 soldados e dois transeuntes.

Hakimullah Mehsud disse que o atentado suicida foi em resposta aos ataques com mísseis jogados de uma aeronave norte-americana em alvos militantes no noroeste do Paquistão. Não houve informações a respeito do destino de Mehsud no ataque aéreo de domingo.

Esses ataques com aeronaves teleguiadas já mataram cerca de 350 pessoas, incluindo alguns líderes médios da Al Qaeda e muitos de seus seguidores, em cerca de 35 ações desde o ano passado.

Um morador de Ghiliju, Abdul Wakeel, disse que os aviões bombardearam uma escola do governo, que estava sendo utilizada pelos militantes de Mehsud como um campo de treinamento. Ele disse que o número de mortos era 22.

Orakzai tem sido uma das regiões de fronteira mais pacíficas do noroeste do Paquistão, mas é de conhecimento geral que o Taliban se infiltrou na área, como ocorreu em outras regiões do noroeste.

Moradores disseram que os helicópteros com artilharia também atacaram as áreas de Tabori e Dabori de Orakzai nesta segunda-feira.

(Reportagem de Javed Hussain)

    Leia tudo sobre: paquistão

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG