O governo paquistanês e líderes islamitas assinaram nesta segunda-feira um acordo para reforçar a sharia (lei islâmica) no Vale de Swat, onde o exército luta contra os fundamentalistas.

"Hoje foi assinado um acordo entre o governo da Província da Fronteira do Noroeste (NWFP) e Soofi Mohammed, líder islamita", declarou à imprensa em Peshawar o ministro provincial da Informação, Mian Iftijar Hussain.

"Todas as leis contrárias à sharia serão abolidas e a justiça será aplicada em função da sharia".

O acordo será aplicado no distrito de Malakand, no qual fica o famoso Vale de Swat, que já foi o local turístico mais famoso do Paquistão, antes de cair nas mãos dos talibãs paquistaneses, os que o exército tenta em vão expulsar da região.

mmg-jaf/fp

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.