Paquistão garante aos EUA que não tolerará Al-Qaeda

O chanceler do Paquistão, Shah Mehmud Qureshi, revelou nesta quarta-feira que seu governo prometeu aos Estados Unidos que não vai mais tolerar a presença de membros da rede terrorista Al-Qaeda no território paquistanês.

AFP |

Em entrevista à TV americana, Qureshi garantiu que Islamabad não tolerará mais qualquer atividade da Al-Qaeda no Vale de Swat, onde firmou um polêmico acordo de paz com líderes islâmicos ligados ao talibã afegão.

O chanceler paquistanês participará amanhã, em Washington, de uma reunião com seus homólogos de Estados Unidos e Afeganistão.

"Os talibãs não estarão no comando lá. Não assumimos compromissos com os talibãs", disse o ministro sobre o acordo com os líderes islâmicos, que permite a aplicação da lei islâmica na zona do Vale de Swat.

"Expulsamos a Al-Qaeda (...) do Vale de Swat e vamos tirá-los das zonas tribais" ao longo da fronteira com o Afeganistão, garantiu Qureshi.

sct/LR

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG