Paquistão diz que a ofensiva militar contra fundamentalistas foi um êxito

O governo do Paquistão afirmou neste domingo que salvou a grande cidade de Peshawar dos militantes fundamentalistas enquanto que o exército prosseguia avançando no segundo dia de ofensiva no noroeste do país.

AFP |

Apoiados por veículos blindados, os soldados retomaram o controle da principal localidade no distrito tribal de Jyber, periferia de Peshawar, e destruíram um prédio pertencente a um grupo insurgente islamita.

O governo, que foi pressionado por seus aliados ocidentais por causa das conversações de paz que manteve com os islamistas, lançou essa operação no sábado para eliminar a ameaça que pairava sobre Peshawar e para acabar com os ataques aos comboios de abastecimento das tropas americanas e da Organização do Tratado do Atlântico Norte (Otan) no vizinho Afeganistão.

O primeiro-ministro Yusuf Raza Gilani, no entanto, negou que a operação responda às pressões de Washington, afirmando que disse ao presidente George W.Bush que as conversações com os fundamentalistas prosseguirão.

"Esta é nossa guerra e o que está em jogo é nossa sobrevivência", afirmou.

strs/cn

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG