Paquistão: deslocados poderão retornar para casa na próxima semana

O primeiro-ministro paquistanês, Yusuf Raza Gilani, afirmou nesta quinta-feira que os quase dois milhões de deslocados pela ofensiva contra os talibãs no noroeste do país poderão retornar para casa na próxima segunda-feira.

AFP |

"As pessoas deslocadas poderão retornar a partir de 13 de julho. O grupo especial de apoio vai concluir a estratégia a partir de hoje e organizará as coisas para o retorno, segurança e outros aspectos", declarou o premier.

"O Exército permanecerá na região para garantir a segurança da população. O processo de reconstrução das zonas afetadas começará em breve", completou.

Um total de 1,9 milhão de paquistaneses fugiram da região de Swat e dos distritos próximos, no noroeste do Paquistão, desde o início da ofensiva do Exército contra os talibãs paquistaneses no fim de abril.

O Exército afirma desde o final de junho que está na última fase da operação e estimula os deslocados a retornar para casa. No entanto, muitos distritos foram devastados pelos combates e os combates ainda não chegaram ao fim.

O diretor de assuntos humanitários da ONU, John Holmes, afirmou na quarta-feira que o retorno dos refugiados não deve ser apressado e que só deve acontecer quando a segurança for restabelecida.

jm/fp

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG