covarde dos EUA que matou 11 soldados - Mundo - iG" /

Paquistão condena ataque covarde dos EUA que matou 11 soldados

Por Kamran Haider ISLAMABAD (Reuters) - O Paquistão disse na quarta-feira que um ataque aéreo gratuito e covarde realizado pelos EUA matou 11 soldados paquistaneses na região da fronteira com o Afeganistão e minou as bases da cooperação militar mantida com os norte-americanos.

Reuters |

Os militares foram mortos em um posto de fronteira da região de Mohmand, perto da Província afegã de Kunar, na noite de terça-feira, quando forças da coalizão norte-americana enfrentavam, no Afeganistão, militantes que atacavam desde o território paquistanês, afirmou uma autoridade da área de segurança do Paquistão.

Em um comunicado divulgado na quarta-feira, as Forças Armadas dos EUA disseram ter coordenado os ataques de artilharia e aéreos com o Paquistão, mas que investigariam o caso.

O incidente ocorre no momento em que aumenta a frustração do governo paquistanês e das forças ocidentais presentes no Afeganistão em vista dos esforço paquistaneses de negociar pactos para colocar fim à violência do seu lado da fronteira.

Segundo a Organização do Tratado do Atlântico Norte (Otan), tais acordos geram apenas mais violência no Afeganistão.

Na crítica mais dura já feita desde que ingressaram na campanha liderada pelos Estados Unidos contra o terrorismo, os militares paquistaneses condenaram a morte dos 11 soldados paramilitares, entre os quais um oficial.

Caso confirmado, esse representaria o maior contingente de militares do Paquistão mortos em um ataque dos EUA.

A investida 'prejudicou a base da cooperação e do sacrifício sobre a qual os soldados paquistaneses dão apoio à coalizão na guerra contra o terror', afirmaram os militares do Paquistão.

Em Washington, Bryan Whitman, porta-voz do Pentágono, disse que o incidente ocorreu em uma área de fronteira que há muito tempo preocupa os EUA e o Paquistão.

(Reportagem adicional de Shams Mohmand e Paul Eckert em Washington)

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG