Paquistão classifica submarino nuclear da Índia de prejudicial para a paz

Paquistão classificou de prejudicial para a paz regional o submarino nuclear indiano inaugurado no domingo e assegurou que tomará as medidas apropriadas para manter um balanço estratégico nesse setor.

AFP |

"A constante introdução den ovos sistemas de armas letais por parte da Índia é prejudicial para a paz regional e a estabilidade", assinalou o ministro das Relações Exteriores.

A Índia, vizinha do Paquistão, inaugurou no domingo seu primeiro submarino nuclear, um evento qualificado de "histórico" pelo primeiro-ministro, Manmohan Singh.

Impulsionado por um reator de 85 megawatts e capaz de atingir a velocidade de 44 km/h debaixo d'água, o "Arihant" (destruidor de inimigos) leva a Índia ao seleto grupo dos países que construíram seus próprios submarinos nucleares (China, França, Estados Unidos, Grã-Bretanha e Rússia).

"Não temos intenções bélicas, e não queremos ameaçar ninguém", afirmou Singh, citado pela agência Press trust of India (PTI).

"Trata-se de um momento histórico para nossa defesa nacional", declarou.

O submarino de 6.000 toneladas ainda deve ser testado durante dois anos no golfo de Bengala antes de poder ser utilizado, segundo a PTI.

A Índia alugava até então submarinos nucleares russos. Em 2005, Nova Delhi comprou seis submarinos franco-espanhóis Scorpene por 2,4 milhões de euros.

ym/cn

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG