adverte helicópteros dos EUA com tiros - Mundo - iG" /

Paquistão adverte helicópteros dos EUA com tiros

Soldados paquistaneses dispararam tiros de advertência contra dois helicópteros dos Estados Unidos que invadiram o território do país na noite de domingo, de acordo com autoridades locais. Os helicópteros teriam entrado no território paquistanês ao sobrevoar a região tribal do Waziristão do Norte, a partir da província de Khost, já no Afeganistão.

BBC Brasil |

As tensões na fronteira entre os dois países cresceram no último mês, depois que os Estados Unidos aumentaram o número de incursões contra militantes do Talebã.

O Exército do Paquistão afirmou que vai defender a soberania do país e tem o direito de retaliação em caso de violações de sua fronteira.

O governo paquistanês disse ainda que vai tomar medidas contra militantes do Talebã e prometeu realizar operações militares em locais apontados como redutos do grupo na fronteira com o Afeganistão.

Postos de fronteira

Autoridades locais afirmaram à BBC que os soldados em postos de fronteira na região montanhosa do Waziristão do Norte fizeram os disparos de advertência contra os dois helicópteros americanos por volta da meia-noite (horário local).

Segundo a correspondente da BBC em Islamabad, Barbara Plett, os helicópteros voltaram para o Afeganistão sem revidar os tiros. Um porta-voz militar paquistanês não confirmou o último incidente na fronteira.

Um incidente semelhante foi relatado na semana passada, mas acabou desmentido por militares americanos e paquistaneses.

Na semana passada, os dois países se reuniram para discutir a coordenação de ações contra militantes.

O almirante-de-esquadra Mike Mullen foi a Islamabad para tentar contornar a crise nas relações entre os dois países, mas, segundo Barbara Plett, as tensões ainda persistem.

Além das supostas incursões americanas pela fronteira, uma série de ataques com mísseis que tinham como alvo militantes no território paquistanês também foi realizada nas últimas semanas.

Os militares dos Estados Unidos aumentaram os ataques depois de criticar soldados paquistaneses, que não seriam capazes ou não estariam dispostos a eliminar os redutos de militantes do Talebã na fronteira.

O Waziristão é uma das principais áreas de onde militantes do Talebã lançam ataques contra o Afeganistão.

    Leia tudo sobre: paquistão

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG