grande resistência talibã em Swat - Mundo - iG" /

Paquistão admite grande resistência talibã em Swat

Islamabad, 2 jul (EFE).- O porta-voz militar paquistanês, Athar Abbas, reconheceu hoje que as tropas estão encontrando focos de grande resistência dentro de sua operação contra os talibãs no Vale de Swat, onde os soldados mataram 23 fundamentalistas nas últimas 24 horas.

EFE |

As forças de segurança iniciaram esta semana uma ofensiva na área de Shah Deri, em Swat, onde as tropas ainda não tinham entrado até o momento.

De acordo com um comunicado militar, as tropas "consolidaram suas posições" hoje em Shah Deri, após travar combates nos quais mataram 17 insurgentes.

Também houve confrontos em outras duas áreas de Swat, nos quais morreram mais seis fundamentalistas, segundo a nota.

Tanto o Governo quanto o Exército anunciaram há mais de dez dias que a operação em Swat e em outros distritos adjacentes tinha entrado na "fase final", mas Abbas reconheceu hoje à Agência Efe que "ainda restam focos de grande resistência" e evitou fixar uma data para a conclusão da ofensiva.

A operação em grande escala das forças de segurança paquistanesas no norte do país causou a morte de mais de 1,6 mil insurgentes e cerca de 100 soldados desde o final de abril, segundo cálculos militares que não têm comprovação independente e não incluem civis.

O ministro do Interior paquistanês, Rehman Malik, disse ontem, em uma entrevista a uma rede britânica, que o líder máximo insurgente de Swat, o mulá Fazlullah, está gravemente ferido.

O Exército também lançou recentemente uma operação na região tribal do Waziristão do Sul contra o chefe dos talibãs no país, Baitullah Mehsud, e sua rede terrorista. EFE igb/an

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG