Paquistão acredita que Baitullah Mehsud tenha sido assassinado

O principal chefe dos talibãs no Paquistão, Baïtullah Mehsud, parece ter sido morto durante esta semana, segundo autoridades paquistanesas, o que seria uma vitória importante nos combates realizados por Islamabad e seu aliado americano contra os rebeldes do noroeste.

AFP |

Segundo autoridades paquistanesas e habitantes do Waziristão do Sul (noroeste), reduto de Baïtullah Mehsud, este último teria sido assassinado na quarta-feira em um ataque de avião sem piloto americano que matou também sua segunda mulher.

A informação ainda deve ser oficialmente confirmada nesta sexta-feira.

"Recebemos informações de que ele morreu", declarou pela manhã à imprensa o ministro do Interior, Rehman Malik.

"A boa nova, é que esta informação vem de seu próprio grupo", indicou. "Mas eu não posso confirmá-la enquanto não tiver provas concretas", ressaltou.

As primeiras informações sobre o caso chegaram quarta-feira a Washington, onde um responsável americano declarou à AFP sob anonimato que fazia sentido pensar que Mehsud estivesse morto. "Mas isso não pôde ser totalmente confirmado na ocasião", destacou.

sz-jm/lm

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG