Paquistão: 30 soldados e policiais seqüestrados

Os talibãs paquistaneses seqüestraram 30 membros das forças de segurança nesta terça-feira num posto policial do vale de Swat, no noroeste do país, depois de terem matado segunda-feira três homens dos serviços de inteligência na mesma região, informaram fontes oficiais.

AFP |

"Os talibãs atacaram um posto de polícia na zona de Kabal em Swat e seqüestraram 11 policiais e 19 guardas de fronteira na manhã de terça-feira", declarou à AFP um responsável dos serviços de segurança, sob anonimato.

Haji Muslim Khan, porta-voz dos militantes em Swat, confirmou o seqüestro.

Segunda-feira, os militantes islamitas mataram três homens do serviço de inteligência perto de Mingora, a principal cidade do vale de Swat.

Os talibãs abriram fogo quando os agentes reagiram, declarou à AFP um outro responsável paquistanês, falando sob anonimato.

O exército lançou em outubro de 2007 uma ampla ofensiva e cassou rebeldes da maior parte do vale de Swat.

Os representantes das províncias do novo governo eleito nas legislativas de fevereiro assinaram em maio um acordo de paz no distrito de Swat com os combatentes considerados próximos aos talibãs afegãos e da Al-Qaeda. Mas este acordo nunca foi de fato aplicado.

str-Jaf/lm

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG