Ao menos dez combatentes morreram neste sábado no Paquistão em um ataque com um míssil provavelmente disparado por um avião sem piloto em uma zona tribal da fronteira com o Afeganistão, anunciaram fontes da forças de segurança.

"Foi um ataque de um avião sem piloto a um complexo onde havia combatentes", afirmou um membro das forças de segurança paquistanesas que pediu anonimato.

O complexo fica no povoado de Jaisur, 30 km a leste de Miranshah, principal cidade da zona tribal de Waziristão do Norte, região conhecida como reduto de talibãs e da Al-Qaeda.

O ataque foi confirmado por outro membro das forças armadas, que explicou que o avião sem piloto lançou dois mísseis matando dez militantes.

Ele acrescentou ainda que dois dos mortos eram estrangeiros e o resto militares locais. Ainda não se sabe a nacionalidade dos dois "estrangeiros", termo usado para os militares paquistaneses para se referir a membros da Al-Qaeda.

hk-shk-jaf/lm

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.