Paquistanês e 10 talibãs morrem na fronteira entre Paquistão e Afeganistão

Islamabad, 23 abr (EFE).- Um soldado paquistanês morreu hoje após ser atingido pelas forças afegãs, que mataram dez talibãs na fronteira entre os dois países, diz um comunicado do comando militar paquistanês.

EFE |

Os rebeldes atacaram o posto militar afegão fronteiriço de Dawoud Qilla e começou um tiroteio que acabou com a morte de dez insurgentes.

Por causa de um "mal-entendido" as tropas afegãs dispararam para o outro lado da fronteira e deixaram um soldado paquistanês morto e outro ferido.

"Houve um ataque de talibãs em um posto (militar) do lado afegão e teve início o tiroteio. Como resultado, um soldado morreu e outro ficou ferido", disse à emissora "Geo TV" o porta-voz do Exército paquistanês, Athar Abbas.

Em um episódio de características similares cinco policiais morreram hoje e outros sete ficaram feridos em um ataque talibã contra seu posto de controle na fronteira entre Afeganistão e Paquistão, afirmou um chefe da Polícia da província afegã de Kunar.

O comando militar paquistanês não informou se era o mesmo ataque.

A inteligência americana suspeita que na fronteira entre os dois países houve um encontro entre líderes da insurgência talibã e da rede terrorista Al Qaeda. EFE igb/fal

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG