Visita do Papa Bento 16 ao Reino Unido termina neste domingo

Papa Bento 16 se encontra com o primeiro-ministro inglês David Cameron
AP
Papa Bento 16 se encontra com o primeiro-ministro inglês David Cameron

Londres - O papa Bento 16 se reuniu neste sábado durante 20 minutos com o primeiro-ministro do Reino Unido, David Cameron, seu segundo no Governo de coalizão, Nick Clegg, e o líder da oposição trabalhista, Harriet Harman. Foi a primeira vez que o líder "tory" (conservador), Cameron, se reunia com o sumo pontífice desde a chegada deste ao Reino Unido para sua visita pastoral e de Estado de quatro dias, que termina neste domingo na cidade inglesa de Birmingham.

Por ter de assistir ao funeral de seu pai, falecido recentemente, Cameron não pôde estar presente na sexta-feira no Parlamento, onde o papa pronunciou seu discurso mais político, no qual denunciou a marginalização da qual, segundo ele, é objeto a religião, e particularmente o cristianismo, inclusive nos países mais tolerantes.

O líder liberal-democrata Nick Clegg, que tinha recebido o papa em sua chegada a Edimburgo na quinta-feira em representação do Governo, foi esta manhã para ver-lhe com sua esposa, a espanhola Miriam González, e seus filhos. O líder interino do Partido Trabalhista, Harriet Harman, disse, depois de se reunir com o papa que tinham falado "das lutas a favor da justiça social nas quais estiveram juntos católicos e trabalhistas".

O ex-primeiro-ministro do Reino Unido Tony Blair, convertido ao catolicismo, e sua esposa, Cherie, também católica, chegaram à catedral de Westminter antes de começar a missa desta manhã. Esta tarde, no Hyde Park de Londres, Bento 16 realizará uma vigília de oração prévia à beatificação amanhã em Birmingham do cardeal John Henry Newman (1801-1890), outro convertido procedente do anglicanismo.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.