Papa rezará no Marco Zero em NY por redenção de terroristas

Por Philip Pullella CIDADE DO VATICANO (Reuters) - Ao visitar o Marco Zero, local dos ataques de 11 de setembro de 2001 contra as torres gêmeas em Nova York, o papa rezará pela conversão daqueles cujos corações e mentes estão consumidos pelo ódio.

Reuters |

A oração a ser lida pelo pontífice também lembra os que morreram ou ficaram feridos nos ataques contra o Pentágono e no Vôo 93 da United Airlines, que caiu sobre a Pensilvânia depois de os passageiros terem enfrentado os sequestradores.

Quase 3.000 pessoas morreram nas ações de 11 de setembro, incluindo os 19 sequestradores.

O papa comparece ao Marco Zero, em Manhattan, no dia 20 de abril, último dia de sua visita aos EUA, que se inicia no dia 15.

No mês passado, o líder da Al Qaeda, Osama bin Laden, acusou Bento 16 de dar início a uma 'nova cruzada' contra o Islã. O Vaticano rebateu a acusação.

A visita ao Marco Zero, ou Ground Zero, que atualmente é uma enorme cratera onde estão sendo construídos novos prédios e um memorial, deve ser o momento mais emocionalmente carregado da visita do papa.

A oração que será feita por Bento 16 foi divulgada pelo Vaticano nesta quinta-feira

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG