Papa reitera aos democratas americanos condenação ao aborto

O Papa Bencto XVI reiterou nesta quarta-feira a condenação às leis que autorizam o aborto ao receber a presidente da Câmara de Representantes dos Estados Unidos, a democrata Nancy Pelosi.

AFP |

"Todos os católicos e especialmente os legisladores (...) devem proteger a vida desde sua concepção até sua morte natural", afirmou o Papa durante o encontro no Vaticano com Pelosi.

Este foi o primeiro encontro do Papa com um integrante do governo democrata americano desde a posse de Barack Obama.

Vários dirigentes do Vaticano criticaram duramente em janeiro a decisão de Obama de suprimir, como havia prometido na campanha eleitoral, um dispositivo que proibia todas as ONGs que recebem financiamento do Estado americano a praticar abortos ou fornecer serviços relacionados à interrupção da gravidez fora dos Estados Unidos.

A Igreja Católica também critica a autorização concedida por Washington para pesquisas em humanos com células-tronco embrionárias humanas.

As posições do ex-presidente americano, o republicano George W. Bush, contra o aborto e a favor da família tradicional eram apreciadas pela Santa Sé, que discorda de posturas laicas do partido de Obama.

bur-kv/fp

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG