Sydney (Austrália), 19 jul (EFE) - O papa Bento XVI reconheceu hoje a vergonha que a Igreja Católica sente pelos abusos de menores cometidos por alguns sacerdotes e religiosos na Austrália e disse condenar o ato inequivocamente.

EFE alg/db

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.