Papa pede que prevaleça espírito dos Acordos de Oslo no O.Médio

Roma, 29 mai (EFE).- O papa Bento XVI expressou hoje o desejo de que prevaleça o espírito dos Acordos de Oslo entre israelenses e palestinos, um dia depois que o presidente dos Estados Unidos, Barack Obama, pediu o congelamento da ocupação da Cisjordânia.

EFE |

No ato de apresentação de credenciais do embaixador norueguês no Vaticano, Rolf Trolle Andersen, o papa se referiu à tradição norueguesa na mediação de conflitos.

"Espero e rezo para que o espírito de reconciliação e o objetivo de justiça que deu vida aos Acordos de Oslo prevaleçam e levem uma paz duradoura aos povos dessa região atormentada", assegurou o papa.

Os Acordos de Oslo para a paz entre palestinos e israelenses foram firmados pelo então primeiro-ministro israelense Yitzhak Rabin e pelo presidente da Organização para a Libertação da Palestina (OLP) Yasser Arafat, em 13 de setembro de 1993.

O papa esteve hoje com os embaixadores de Mongólia, Índia, Benin, Nova Zelândia, África do Sul, Burkina Fasso, Namíbia e Noruega, no ato de aceitação de credenciais diplomáticas. EFE fab/rr

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG