Papa pede que países industrializados cooperem por futuro do planeta

Cidade do Vaticano - O papa Bento XVI pediu neste domingo que os países industrializados cooperem com responsabilidade pelo futuro do planeta e para que não sejam as povoações mais pobres que paguem um maior preço pelas mudanças no clima.

EFE |

O pontífice fez esta chamada ao final de sua tradicional reza do Ângelus e lembrou que, "na próxima terça-feira, acontecerá na Itália o Dia da Salvaguarda da Criação".

"Trata-se de um evento significativo, de relevância também ecumênica, que este ano terá como tema principal a importância do ar", lembrou Bento XVI.

Além disso, ressaltou que "o ar é um elemento indispensável para a vida" e pediu, como já fez na audiência da quarta-feira passada, "mais compromisso de todo o mundo para proteger a criação, dom de Deus".

Por outro lado, durante a reza do Ângelus em sua residência de verão (hemisfério norte) em Castelgandolfo, o papa ressaltou que a história do Cristianismo está cheia "de inumeráveis exemplos de pais santos e de verdadeiras famílias cristãs, que acompanharam a vida de generosos sacerdotes e pastores da Igreja".

Bento XVI evocou a figura de Santa Mônica, mãe de Santo Agostinho, sobre quem disse que "nunca deixou de rezar" para a conversão de seu filho, e da qual disse que, "mais que uma mãe", foi "a fonte de seu Cristianismo".

"Quando os cônjuges se dedicam generosamente à educação dos filhos, guiando e orientando na descoberta do amor de Deus, preparam esse fértil terreno espiritual no qual nascem e amadurecem as vocações ao sacerdócio e à vida consagrada", afirmou.

Leia mais sobre: Papa

    Leia tudo sobre: meio ambientepapa

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG