Papa pede que jovens sigam Cristo sem temer incompreensões

Cidade do Vaticano, 28 mar (EFE).- O papa pediu hoje aos jovens, na 25ª Jornada Mundial da Juventude, que sigam Cristo e que não temam as incompreensões e ofensas que isso demanda.

EFE |

Criada há 25 anos por João Paulo II, a Jornada Mundial da Juventude este ano é realizada em nível diocesano em todo o mundo.

"Hoje renovo a chamada de João Paulo II às novas gerações para que testemunhem com força aprazível e luminosa a verdade, para que aos homens e mulheres do terceiro milênio não falte o modelo mais autêntico, que é Jesus", afirmou o papa.

Bento XVI teve palavras de afeto para os milhares de jovens presentes na praça de São Pedro, que levavam bandeiras de seus países.

O lema da jornada este ano é "Bom Mestre, o que tenho que fazer para conseguir a vida eterna?". Por ocasião do evento, o papa enviou uma mensagem a todos os jovens do mundo e os exortou a não ter medo da crise econômica e do desemprego.

Também disse que o futuro está nas mãos dos jovens e que a fé em Cristo lhes dará força para enfrentar com serenidade a vida e assumir responsabilidades familiares e profissionais.

Bento XVI, de quase 83 anos, afirmou ainda que, da mesma forma que os desportistas, os jovens têm que se exercitar todos os dias, mesmo que não estejam entre os vencedores, e que essa mesma situação serve para os outros aspectos da vida.

Em 1984, após concluir o Ano Santo da Redenção, João Paulo II entregou uma cruz de madeira de 4 metros aos jovens e os convidou a levá-la por todo o mundo, nascendo assim a jornada.

A primeira jornada ocorreu em Roma, em 1985, e a próxima será em Madri, em 2011. EFE JL/rr

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG