Cidade do Vaticano, 6 jul (EFE).- O papa Bento XVI pediu hoje à comunidade internacional para que ajude o Haiti diante dos diversos desastres naturais que atingiram o país e lembrou que a exploração insensata dos recursos naturais afeta especialmente os mais pobres.

O papa deu tais declarações no discurso que dirigiu hoje ao embaixador do Haiti perante a Santa Sé, Carl Henry Guiteau, que apresentou ao pontífice suas cartas credenciais no Vaticano.

Após fazer uma saudação ao presidente do Haiti, René Préval, Bento XVI falou sobre os desastres naturais que castigaram o país caribenho nos últimos meses, "que danificaram a agricultura e agravaram a já difícil situação de muitas famílias".

"Espero que a solidariedade da comunidade internacional continue apoiando os necessitados", disse o papa, que destacou que muitos haitianos abandonaram o país nos últimos anos e procuraram outros recursos para manter suas famílias.

Bento XVI acrescentou que a vulnerabilidade do país diante dos desastres naturais propiciou uma maior conscientização da necessidade de cuidar da natureza.

"A proteção do meio ambiente é um desafio para todos. A exploração insensata dos recursos e suas consequências, que costumam afetar seriamente a vida dos mais pobres, devem ser enfrentadas com medidas políticas e econômicas que levem em conta a dignidade humana e uma eficaz cooperação internacional", afirmou o pontífice. EFE JL/bba

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.