Papa pede que bispos brasileiros não desanimem frente a desafios

O papa Bento XVI pediu hoje aos bispos brasileiros que não se desanimem com as dificuldades para atender a uma população tão grande como a do país, durante a visita ad limina apostolorum (feita obrigatoriamente pelos bispos de todo o mundo ao pontífice a cada 5 anos).

EFE |

AFP
O Papa Bento XVI
"Impressionam as distâncias que vocês, junto com os sacerdotes e demais missionários, têm que percorrer para servir e encorajar os fiéis", disse Bento XVI aos representantes da Conferência Episcopal do Brasil.

"Não desanimeis", acrescentou o papa, que também disse que neste momento, "e concretamente no Brasil", "são poucos" os que trabalham a favor da Igreja para uma população tão grande como a brasileira, por isso aposta em "uma formação adequada" para os novos sacerdotes.

Carinho

Bento XVI lembrou também de sua visita ao Brasil, em 2007, quando pôde "experimentar todo o carinho do povo brasileiro" e, "especialmente", sua passagem pela Catedral de São Paulo.

Além disso, o papa advertiu que, após o Concílio Vaticano II, "alguns interpretaram a abertura (da Igreja) ao mundo não como uma exigência missionária, mas como um passo em direção à secularização".

"Pouco a pouco, a auto-secularização de muitas comunidades eclesiásticas causou o afastamento de fiéis se sentiram traídos e desiludidos com a Igreja", disse.

Leia mais sobre Religião

    Leia tudo sobre: igrejapapareligião

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG