Cidade do Vaticano, 8 jul (EFE).- O papa Bento XVI pediu que na Cúpula do Grupo dos Oito (G8, que reúne os sete países mais desenvolvidos e a Rússia), que começa hoje na cidade italiana de LAquila, sejam tomadas decisões que beneficiem todos os povos, especialmente os mais pobres.

O pontífice fez essa declaração perante oito mil pessoas que assistiram na sala Paulo XVI do Vaticano à audiência pública das quartas-feiras, na qual explicou sua terceira encíclica, "Caritas in veritate", publicada ontem.

"É uma grande cúpula mundial da qual podem sair decisões úteis para o verdadeiro progresso de todos os povos, especialmente para aqueles mais pobres", afirmou o papa.

Bento XVI se reúne hoje com as mulheres dos líderes presentes na reunião. No próximo dia 10, o papa receberá no Vaticano o presidente dos Estados Unidos, Barack Obama. EFE JL/rr

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.