Cidade do Vaticano, 4 jan (EFE).- O papa Bento XVI fez hoje, na Praça de São Pedro, um novo pedido para que tanto israelenses como palestinos ajam imediatamente para pôr fim à trágica situação atual na Faixa de Gaza.

"Rezemos para que o menino Jesus inspire as autoridades e aos responsáveis de ambas as frentes, israelenses e palestinos, a uma ação imediata para pôr fim à trágica situação atual", disse o Pontífice durante a reza do "Ângelus".

Bento XVI lembrou hoje que em todas as Igrejas na Terra Santa os fiéis estão sendo convidados a rezar pelo término do conflito na Faixa de Gaza e a "implorar por justiça e paz" em seus territórios.

O papa disse ainda que se uniu às orações para "que Deus abençoe com consolação, paciência e paz as vítimas, os feridos e todos aqueles que têm o coração partido, que vivem com a angústia e o medo".

Ainda segundo o pontífice, "as dramáticas notícias que chegam de Gaza" mostram "que quando o diálogo é descartado se chega a situações que pesam duramente na população, de novo vítima do ódio e da guerra".

"A guerra e o ódio não são a solução dos problemas, como se confirma na história recente", disse Bento XVI. EFE ccg/sc

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.