Paris - O papa Bento XVI pediu hoje em Paris que a sociedade fuja dos ídolos, e denunciou que a cobiça insaciável é uma idolatria e o amor ao dinheiro a raiz de todos os males.

Os comentários do pontífice aconteceram na homilia da missa que ele celebra na Esplanada dos Inválidos, na capital francesa, que é assistida por mais de 200 mil fiéis.

O bispo de Roma acrescentou que a idolatria é "uma falta grave, um escândalo e uma peste", e que o afã "de ter dinheiro e poder" desvia o homem de seu verdadeiro fim.

Bento XVI ressaltou que a razão não está em contradição com a fé, mas advertiu que o que "desencaminha" o homem dessa perspectiva é o culto aos ídolos, "e a própria razão pode fabricá-los".

Com esta missa, o papa conclui sua estadia em Paris. Na tarde de hoje, Bento XVI viajará ao santuário de Lourdes (sudoeste), para as celebrações do 150º aniversário das aparições de Nossa Senhora a Bernadette Soubirous.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.