O papa Bento XVI pediu neste domingo o fim imediato das operações militares no conflito entre Geórgia e Rússia e defendeu a retomada das negociações, durante o Angelus em Bressanone (norte da Itália).

"Meu desejo mais vivo é que as operações militares tenham fim e que, em nome de um patrimônio cristão comum (...), nos abstenhamos de represálias que poderão provocar um conflito ainda maior", afirmou.

Bento XVI pediu "a retomada decidida do caminho das negociações e do diálogo", convidando os "países mais influentes" e toda a comunidade internacional a realizar "todos os esforços" para alcançar uma solução "pacífica e duradoura".

pho-fmi/dm

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.