o cessar da violência em nome de Deus no Paquistão - Mundo - iG" /

Papa pede o cessar da violência em nome de Deus no Paquistão

O Papa Bento XVI pediu que se cesse a violência em nome de Deus contra os cristãos do Paquistão depois do massacre de sete cristãos cometido por muçulmanos na cidade de Gojra e pediu às partes envolvidas que caminhem juntas para a paz.

AFP |

"Em nome de Deus, peço a todos e a cada um que renunciem à violência que causa tantos sofrimentos e que se comprometam em empreender o caminho da paz", pediu o papa em um telegrama enviado pelo secretário de Estado do Vaticano, cardeal Tarcisio Bertone.

Muçulmanos encolereizados mataram no sábado sete cristãos e feriram outros dez acusados de blasfêmia, após queimarem uma igreja e cerca de 40 casas na cidade de Gojra, no oeste do Paquistão.

Segundo fontes locais, os cristãos foram atacados por um grupo de pessoas de Gojra, 160 km a oeste de Lahore, sob a acusação de blâsfêmia contra o Corão, o livro sagrado dos muçulmanos.

Um desentendimento entre cristãos e muçulmanos em torno do alcorão havia agitado Gojra no final de julho, mas o caso parecia resolvido, segundo a polícia.

A TV paquistanesa mostrou imagens da polícia utilizando bombas de gás lacrimogêneo para dispersar uma multidão em cólera.

A profanação do Corão é passível de pena de morte no Paquistão, onde o islamismo é a religião dominante.

Os cristãos, que representam menos de 3% da população, afirmam que as leis contra a blasfêmia são utilizadas para reprimir sua comunidade.

asq/cn

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG