Papa pede a líderes mundiais que usem crise para combater a fome

CIDADE DO VATICANO (Reuters) - O papa Bento 16 pediu neste domingo a líderes mundiais que usem a crise econômica como uma oportunidade para lidar com o problema da pobreza e da fome crescentes, tema de encontro da ONU neste mês. Políticos do mundo todo vão se reunir em Nova York no dia 24 de junho para dois dias de encontro da Organização das Nações Unidas sobre a crise financeira e seu impacto no desenvolvimento.

Reuters |

"No espírito da sabedoria e da solidariedade humana, eu peço aos participantes da conferência... para transformarem a crise em uma oportunidade de prestar mais atenção à dignidade de cada ser humano e de uma distribuição mais justa do poder e de recursos", disse o papa em um discurso semanal a fiéis na praça São Pedro.

O pontífice, guia espiritual de 1,1 bilhão de católicos no mundo, pediu a líderes mundiais e instituições internacionais que tomem as decisões difíceis necessárias para assegurar alimento suficiente e vida digna para todo mundo.

"Eu quero particularmente lembrar das centenas de milhões de pessoas que sofrem com a fome. Esta é uma realidade absolutamente inaceitável", disse Bento 16.

(Reportagem de Daniel Flynn)

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG